10 dicas para perder os quilos a mais

10 dicas para perder os quilos a mais

my-portfolio

Siga estas 10 dicas, você verá que pode transformar uma velha promessa em uma realização concreta para este ano e com resultados para toda a sua vida....

Por que mostrar um livro para os bebês?
Luta contra bullying nas escolas vira lei
Ranking das escolas particulares de São Bernardo do Campo

Siga estas 10 dicas, você verá que pode transformar uma velha promessa em uma realização concreta para este ano e com resultados para toda a sua vida.

  1. Pequenas Mudanças. Dietas geralmente exigem modificações drásticas nos hábitos alimentares e no estilo de vida. Talvez por isso mesmo, elas não são seguidas por muito tempo. Comece, então, por coisas simples, como consumir mais carne branca – frango e peixe, substituir o leite comum pelo desnatado, preferir os refrigerantes diet e manter distância dos restaurantes fast food;
  2. Motivação. Procure alguma razão interna para fazer dieta. Querer perder peso para ficar mais atraente ou ter sucesso no trabalho normalmente são razões insuficientes. Melhor pensar que você vai ganhar auto-estima, saúde e maior vitalidade sexual;
  3. Estabeleça objetivos. Mas seja realista. Não adianta querer perder 10 quilos em um mês, porque, além de ser pouco saudável, as chances de que eles voltem rapidamente são grandes. Veja o que está ao seu alcance, para não criar ilusões e depois ficar frustrado;
  4. Refeições. Também não é novidade, mas funciona: capriche no café da manhã, ingerindo bastante cereais com fibras, que tem poucas calorias e acalmam o estômago. O almoço pode ser feito normalmente, desde que sem exageros. No jantar, abuse dos pratos leves e das frutas;
  5. Coma devagar. Comer depressa ajuda a engordar, pois antes mesmo que o estômago “avise” ao cérebro que já está satisfeito, o prato estará vazio. Além disso, comendo devagar a quantidade de comida ingerida é sempre menor. Faça das refeições um tempo de descanso, sem tensões, de preferência acompanhado de música suave;
  6. Breque seus impulsos. Seu problema pode ser não a quantidade, mas a qualidade do que come. Se não consegue ficar longe de sorvetes, massas ou chocolates, talvez isso se deva a uma associação inconsciente com os alimentos que na infância, não raro, são usados como prêmio ou recompensa. Identificar as razões desses impulsos é meio caminho para resistir a eles;
  7. Permita-se alguns prazeres. Escolher pratos com poucas calorias e privar-se, o tempo todo, daquilo que você tem vontade de comer fatalmente traz insatisfação. Permita-se, portanto, algumas escapadas do regime, tais como, um doce durante a semana, por exemplo, ou uma cerveja com os amigos, desde que não acompanhada dos perigosos tira-gostos;
  8. Driblar o desejo. Quando bater a vontade de comer algo proibido, tente alguns truques que distraem, como sair para dar uma volta, escovar os dentes, ou, melhor ainda, pensar bastante antes da primeira mordida. Use o velho cálculo do custo/benefício: será que o número de calorias a mais vai compensar o prazer de comer o que não devo? Agora, se a conclusão for inversa, vá em frente e coma sem culpa.
  9. Bebidas alcoólicas. Algumas têm mais calorias que os doces. Se não for possível evitar, fique numa única dose. No caso do uísque, por exemplo, uma boa ideia é adicionar água e bastante gelo, num copo bem alto;
  10. Exercícios. Faça apenas o que você gosta. Se correr não é o seu forte, ande de bicicleta, nade ou simplesmente caminhe, mas nunca por menos de trinta minutos. É a partir desse patamar que você começa a queimar calorias e perder peso. Andar é o exercício mais fácil de fazer – não exige equipamento e pode ser praticado em qualquer lugar.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0