6 dicas para você lutar contra o estresse

6 dicas para você lutar contra o estresse

my-portfolio

Para vencer um adversário forte, você deve saber como evitá-lo. Esquive-se do estresse, afirma o Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

7 sinais de que você está com esgotamento mental
Pet Dog Hotel: Pleno Cão
As melhores formas para se combater a ansiedade

Prevenir é o melhor remédio

O Dr. Robert Epstein (doutor em psicologia em Harvard), conclui em seu estudo sobre Técnicas de Controle do Estresse que os principais benefícios quando o estresse é combatido são obtidos antes mesmo de começar, ou seja, a prevenção é o principal remédio contra o Estresse.

Abaixo estão identificadas as 6 maneiras de combater o estresse. Veja:

1. Identifique e elimine

Dedique um tempo a perceber o que está te estressando em sua vida. Prometeu ajudar um amigo há um mês? Ajude-o imediatamente e tire isso da sua cabeça.

2. Seja saudável

Você já sabe que comer um chocolate ou tomar uma cerveja não vai resolver suas questões estressantes. Mas talvez uma aula de ioga faça muito mais efeito.

3. Seja responsável

Faça listas de afazeres e coloque-os em ordem de prioridade, para que você não tenha que guardar em sua memória tudo o que tem a fazer e correr o risco de esquecer alguma coisa.

4. Proteja-se

Faça exercícios, controle seus pensamentos prejudiciais ou ansiosos e pratique técnicas de relaxamento todos os dias para se preparar para lidar com as fontes de estresse sem perder a calma.

5. Planeje-se

Planeje seu dia todas as manhãs. Comece seu dia sabendo de suas tarefas e não se sobrecarregue.

6. Sonhe

Planejar seu futuro a longo prazo, com metas realísticas, é uma boa maneira de sentir-se autônomo em relação à própria vida. Aprendendo a lidar com o estresse, você estará preparado para lidar com tranquilidade e confiança com os imprevistos que fazem parte da vida.

Para entendermos melhor estes 6 passos procuramos um especialista no assunto capaz de nos esclarecer melhor qual  a importância desta mudança de hábitos. “Essas 6 passos são resultado de uma nova atitude de vida onde a pessoa passa a ter um papel ativo de responsabilidade e manutenção da própria vida. Mas atingir esta mudança não é tarefa fácil, especialmente para a pessoa que já está submetida à uma situação de pressão, por isso o ideal é a busca de um tratamento especializado”, explica o Dr. Sandro Tubini (psicólogo e psicoterapeuta da Clínica de Comportamento e Saúde).

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0