A separação possui 5 fases distintas

A separação possui 5 fases distintas

my-portfolio

O divórcio e a separação envolvem o luto e possuem fases características. Veja se você já passou por algumas delas.

Você tem vergonha de amar?
Ser grato ajuda a viver melhor e mais feliz
Dormir bem deixa as pessoas menos medrosas

A separação e o luto

Para você que não sabe o que tem a ver uma coisa com a outra, pare um pouco pense de maneira simples e objetiva: Toda morte é uma separação e toda separação envolve um processo de luto.  

A partir desta premissa acima é que a Psicologia explica todas as fases de qualquer tipo de separação usando como base os 5 estágios do Luto. Veja:

Negação

Nesta fase a pessoa ainda não entrou em contato total com a dor. É como uma espécie de “estado de choque” que nos protege e impede de sentirmos plenamente a dor da perda, apesar de estarmos consciente do fato ocorrido conosco.

Raiva 

Com o contato mais intenso com a dor, surgem algumas reflexões e pensamentos, muitas vezes baseados na vida das outras pessoas, uma vez que, olhar a para própria vida neste momento é doloroso demais. Então surge os sentimentos baseados na seguinte pergunta: Por que eu, afinal?

Negociação

Esta fase faz parte ainda da tentativa de mudar a realidade dura e triste, antes que tudo vá por água abaixo. É uma tentativa de fazer algo, de repensar o que pode ser melhorado, mas nem sempre todo este esforço é possível. Afinal qualquer relacionamento é feito a dois, mas se a outra parte não topar tentar… acabou.

Depressão

Apesar de se a parte mais difícil de todas, por conta de todos os sentimentos envolvidos (amor, mágoa, perda, rejeição, dependência, ódio, etc), esta fase já é considerada a mais real de todas as outras vivenciadas até agora, pois a dor confirma que há um problema real e que deve ser enfrentado. O sofrimento é intenso.  

Aceitação

Neste momento, a pessoa aceita sem dúvidas a sua situação atual e se manter-se ativa, com determinação e força de vontade ela pode conseguir sair do buraco.  

Equipe Comportamento e Saúde (Susan Pease Gadoua)

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0