Alimentação ameniza desconforto pré-menstrual e cólica

Alimentação ameniza desconforto pré-menstrual e cólica

my-portfolio

Coma corretamente e livre-se das cólicas da TPM. Alimentação pré-menstrual A tensão pré-menstrual é um nome generalizado dado a um grupo de mais 150 s...

12 dúvidas sobre o uso de chupetas
Por que algumas pessoas têm medo de conflitos?
Você é viciado em pornografia?

Coma corretamente e livre-se das cólicas da TPM.

Alimentação pré-menstrual

A tensão pré-menstrual é um nome generalizado dado a um grupo de mais 150 sintomas que podem aparecer em algumas mulheres na segunda metade do ciclo menstrual. Os mais comuns são: irritabilidade, dor de cabeça, sensibilidade nos seios, prisão de ventre, “desejo” por determinados alimentos e retenção de líquidos.

A cólica menstrual, também chamada de dismenorréia, apresenta-se como um conjunto dos seguintes sintomas (podendo estar todos os presentes ou partes deles):

  • Dor aguda irregular no baixo-ventre, região lombar e eventualmente nas coxas e costas;
  • Mal estar geral;
  • Prostração;
  • Náuseas e/ou vômitos.

Tanto em um caso como no outro é necessário procurar um médico para eliminar a possibilidade de causas fisiológicas serias, como tumores fibrosos, disfunção hormonal ou endometriose.

Mulheres e jovens que sofram destes problemas devem seguir uma alimentação saudável (rica em vegetais e frutas cruas, além de cereais integrais, iogurte, frutas secas e castanhas). Devem exercer  o máximo cuidado em evitar alimentos não-saudáveis. Estes conselhos alimentares devem ser adotados pela paciente como seu novo estilo de vida. Nos dias de crise, porém, sugerimos limitar-se a frutas e sucos frescos, legumes e cereais bem cozidos. Pode sentir certo incomodo digestivo ao usar verduras no período de crise.

Fora dos períodos de crise prefira os seguintes alimentos

  • Frutas em abundância, especialmente manga, melão framboesa, figo, laranja, lima-da-pérsia, kiwi, melancia, pinha, abacaxi;
  • Legumes: pepino, abobrinhas, chuchu, cenoura, beterraba, batata, mandioca, abobora, jiló. O uso destes é livre. Sugerimos grande ênfase neles;
  • Verduras: Fora dos períodos de crise, use-as em abundância;
  • Cereais integrais: todos eles, mas bem cozidos;
  • Feijões: azuqui, lentilha e soja (usa-los moderadamente);
  • Castanhas e sementes usá-las, evitando as mais gordurosas;
  • Iogurte natural desnatado. Tanto durante os períodos de crise como fora deles.
  • Evite os seguintes alimentos:
  • Estimulantes (café, chá-mate, chá preto, bebidas á base de cola, guaraná em pó, chocolate)
  • Gordurosos em geral
  • Doces e refrigerantes em geral
  • Excesso de carnes, queijos, ovos, frango, peixe.
  • Pimentas, mostarda, vinagre.
  • Embutidos e fast-food
  • OBS: cuidado com o sal, principalmente em excesso (ele promove retenção hídrica, piorando os sintomas).

Veja a receita de melão recheado com a nutricionista Sâmara Santa Rita

  • 1  Melão pequeno
  • 6 morangos grandes picados
  • 2 kiwis picados
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 3 colheres (sopa) de uva-passa

Modo de Fazer

Misture as frutas picadas com a uva-passa bem lavada e o mel. Reserve. Corte longitudinalmente o melão em duas metades. Retire as sementes e parte da polpa. Pique esta polpa retirada e adicione às outras frutas picadas. Recheie os melões com este preparo. Sirva a seguir e bom apetite.

Equipe Comportamento e Saúde (Sâmara Santa Rita)

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0