Alimentos com bolor não devem ser reaproveitados

Alimentos com bolor não devem ser reaproveitados

my-portfolio

Riscos são grandes quando se tenta salvar as comidas com mofos. É comum vermos as mães e avós tentando aproveitar frutas, pães, bolos, doces ou outros...

Cuidar dos filhos pode levar à exaustão
Ranking das escolas particulares de São Bernardo do Campo
Palmada educa? Pais devem conhecer consequências

Riscos são grandes quando se tenta salvar as comidas com mofos.

É comum vermos as mães e avós tentando aproveitar frutas, pães, bolos, doces ou outros alimentos que estão com bolor, afinal, um pontinho dá para cortar e aproveitar todo o resto, concorda? Esqueça! Não tente fazer isso de maneira alguma.

Segundo o biomédico Roberto Martins Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria, essa atitude traz inúmeros riscos a sua saúde, pois quando um alimento tem marcas de mofo em uma parte, todo o restante pode estar contaminado por toxinas.

Riscos

Ele diz que o fungo contido no “mofo”, não é composto apenas pela parte visível. Ou seja, quando é possível observá-lo na superfície do alimento, sua colônia já está bem desenvolvida na parte de dentro. “É lá que são produzidas as substâncias nocivas, chamadas de micotoxinas, que variam de acordo com a espécie do fungo”, alerta.

Ou seja, a ingestão desses alimentos pode causar diarreia, alergias respiratórias, intoxicação alimentar e até câncer.

O Dr. Bactéria alerta ainda que os fungos mais perigosos são encontrados em grãos, com maior incidência nos industrializados e, também, em frutas frescas e sucos de uva. Além dos bolos, frutas secas, pães e doces.

Equipe Comportamento e Saúde (Juliana Klein)

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0