Alimentos da felicidade

Alimentos da felicidade

my-portfolio

Alimentos funcionais contribuem também para a saúde mental. Nutrida e feliz Saúde mental. Conceito usualmente dado quando sentimos grande bem-estar, f...

Coaching de Pais: Bullying
A diferença entre o otimista e o pessimista
12 dúvidas sobre o uso de chupetas

Alimentos funcionais contribuem também para a saúde mental.

Nutrida e feliz

Saúde mental. Conceito usualmente dado quando sentimos grande bem-estar, felicidade, quando realizamos plenamente nossas atividades diárias de forma produtiva, interagindo com a comunidade. De acordo com especialistas, a saúde mental de um indivíduo depende de uma série de fatores que podem influenciar no bem-estar da pessoa, entre eles o estresse, a prática ou não de atividades físicas, infecções, toxinas do organismo, interação social, condições de vida e também a dieta alimentar.

Muitos alimentos funcionais ricos em nutrientes, como ômega 3, vitamina E e antioxidantes podem participar do desenvolvimento cerebral e sua manutenção. Em estudos recentes descobriu-se que a estrutura do cérebro pode ser modificada pela nutrição através destes alimentos que contribuem para o tratamento de doenças degenerativas, como o Alzheimer, e estados de alteração de humor, como depressão e transtornos de bipolaridade.

Entre os alimentos que podem ser citados estão as nozes, leite, amêndoa, fígado, cenoura, vegetais folhosos verdes escuros, amendoim, maçã, pera, soja, crustáceos, atum, salmão, ovo cozido e iogurte desnatado.

Nutrição-gen

Vários estudos demonstram que há interação nutrição-gen modificando a genética, o que se chama de Epigenômica, isto é, a alteração da carga genética por fatores externos, que podem ser nutricionais. A nutrição, quando feita de maneira correta, altera a genética formando um gen variável de melhor qualidade, mais resistente às degenerações celulares.

A prática de atividades físicas aliadas à nutrição também contribuem com a modificação da genética prévia, alterando os gens herdados, melhorando a capacidade laborativa e cognitiva do indivíduo. Os exercícios influenciam na plasticidade cerebral, formando novos neurônios, gerando um estado energético mental e melhoria da memória e do raciocínio.

Dicas de cardápio funcional para a saúde mental

  • Café da manhã

Leite desnatado, frutas, ovos cozidos, chá e café preto.

  • Almoço

Atum, salada verde, camarão, prato de frutas, queijo magro (Minas ou cottage).

  • Lanche

Amêndoas, amendoim, nozes, leite, chá e café.

  • Jantar

Salada de vegetais, peixe, tomate e frutas.

Dra. Sylvana Braga

Equipe Comportamento e Saúde (Ralcoh Comunicação)

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0