Amplie a inteligência de seu filho através da música

Amplie a inteligência de seu filho através da música

my-portfolio

O estímulo do aprendizado musical proporciona benefícios que vão muito além do simples prazer de ouvir uma música, informa a Dra. Daniele N. Tubini, psicóloga.

Excesso de proteção faz mal aos filhos?
37 perguntas divertidas para iniciar uma conversa com seu filho
Por que nossos filhos estão precisando tanto do divã?

Música é excelente para a inteligência

O aprendizado de música antes mesmo dos 7 anos de idade é um excelente estímulo mental para o desenvolvimento cognitivo das crianças e este estímulo aplicado na vida deles proporciona o benefício de tornarem as crianças mais inteligentes e eficientes nas tarefas.

A comprovação científica se deu através dos pesquisadores da universidade de Concordia University, EUA que revela que nesta idade a educação musical produz alterações duradouras na estrutura mental e cerebral, que foram comprovados através de ressonância magnética que constataram um aumento da zona cerebral, composta por fibras nervosas que ligam as duas regiões motoras do cérebro.

Veja a conclusão dos cientistas:

  • “O cérebro humano tem a capacidade notável de se modificar em resposta às exigências do ambiente”;
  • “Esta descoberta iluminou as concepções sobre a plasticidade do cérebro humano e sugeriu que as diferenças estruturais em sistemas cerebrais de pessoas especializadas, quer sejam músicos ou especialistas de outras áreas, deve-se ao treino de plasticidade cerebral”.

O Dr. Sandro Tubini (psicólogo e psicoterapeuta da Clínica de Comportamento e Saúde) explica que,“Ao falarmos em música nos remetemos automaticamente às emoções, pois é exatamente à isto que a música nos proporciona. É o que há de poderoso em falarmos de musicalidade, tanto que existem processos terapêuticos importantíssimos tais como a musicoterapia. Além do mais, são as emoções e os sentimentos os grandes responsáveis pela química cerebral da memória, ou seja, não existe memória sem emoções”.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0