Como se alimentar no outono-inverno e manter a forma?

Como se alimentar no outono-inverno e manter a forma?

my-portfolio

Com toda certeza precisamos deixar o corpo mais aquecido, mas devemos ficar muito atentos às quantidades consumidas, explica Dani Caparros, nutricionista.

Por que algumas pessoas têm medo de conflitos?
20 razões para você ter um cachorro
Mentira compulsiva é problema que tem solução

Com a diminuição da temperatura, o organismo gasta um pouquinho mais energia para manter-se aquecido e isso reflete totalmente na nossa alimentação. É comum que a nossa vontade de comer alimentos quentes e calóricos aumente. Contudo, o ideal é não abusarmos, já que o gasto de energia apesar de ser maior não é tão maior assim! Controlar o consumo irá evitar acúmulo de gordura corporal e você não irá se desesperar quando o frio for embora.

Nessa época, devemos ter um cuidado especial também com o nosso sistema imunológico para evitar aparecimento de gripes e problemas respiratórios, com isso, é importante consumir alimentos ricos em vitamina C, selênio, zinco.

É possível aliar a vontade de se manter aquecido e obter energia para o organismo com a alimentação saudável, sabendo substituir os alimentos ricos em açúcares e gorduras por alimentos com maior oferta de nutrientes. Veja:

  • Consumir chás, seja de hortelã, camomila, erva-doce, canela, chá-verde… Os chás além de auxiliarem na elevação da temperatura corporal, trarão diversos benefícios para o organismo como aumento do metabolismo e melhora no sistema digestório, dentre outros:
  • Substituir chocolates ao leite por chocolates com elevada % de cacau (70 a 80% cacau) também é uma opção para as pessoas que não querem deixar este alimento de lado. Deve haver atenção à quantidade consumida, pois apesar de mais saudável, ainda é muito calórico:
  • Consumir sopas caseiras de legumes cozidos, leguminosas e até com carnes bovinas, de aves e ovos, ajudarão a aquecer o corpo do frio:
  • Consumir frutas frescas, principalmente as cítricas (laranja, acerola, carambola, kiwi, morangos, maracujá, limão) para extrair o máximo de vitamina C em benefício do organismo;
  • Não deixar de lado a hidratação, pois apesar de não sentirmos tanta sede, o organismo continua eliminando líquido e precisa da reposição para manter as funções fisiológicas;
  • Dar maior preferência à verduras e legumes cozidos em substituição aos crus;
  • Utilizar preparações mais aquecidas, por exemplo: leite quente ao invés de gelado.

Não é tão difícil manter uma alimentação saudável em tempos de frio não é mesmo? Basta se adequar e substituir os alimentos.

Impacto do comportamento na saúde

A especialista Dani Caparros explica que, “Nessa época, com toda certeza precisamos deixar o corpo mais aquecido, mas devemos ficar muito atentos às quantidades consumidas. A sensação de fome não é proporcional ao aumento do gasto energético e nesse caso, quando acaba o frio, a gordura fica. Comendo um pouquinho, mantendo hábitos adequados e seguindo essas dicas, manteremos um peso saudável para o ano todo”.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0