Conheça o termômetro da traição na internet

Conheça o termômetro da traição na internet

my-portfolio

Os comportamentos e atitudes mantidos na internet são reais, pois não são frutos da imaginação, apesar de serem virtuais, garante o Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

Coaching de Pais: Síndrome de Down
Luta contra bullying nas escolas vira lei
“Obsessão” por dinossauros aumenta a inteligência infantil

Traição na internet

Assim como na vida real, a traição virtual tem diversos níveis de gravidade, que variam desde um email apimentado até o estágio máximo de erotização.

Durante um processo de envolvimento através do computador com comportamento de traição virtual, a reação do traído também percorre várias etapas que variam em função da intensidade da traição. Conheça-as:

Traição baixa (equivalente a um flerte na vida real, provoca ciúmes moderado)

  • Trocar mensagens do tipo: “Você está linda, hoje”
  • Trocar fotos sem teor sexual

Traição séria (provoca tristeza ou raiva no traído e sempre desencadeia brigas)

  • Entrar em salas de bate-papo de cunho sexual
  • Trocar mensagens e fotos eróticas com desconhecidos

Alta traição (deixa sentimento de profunda mágoa; ameaça o relacionamento)

  • Trocar mensagens ou fotos eróticas com alguém conhecido
  • Trocar confidências íntimas, planejar encontros na vida real

Devastador (poucos namoros ou casamentos escapam desse nível de infidelidade)

  • Usar webcam para ver e praticar o autoerotismo
  • Planejar a vida, no futuro, com a outra parte envolvida

Para esclarecer um pouco mais este assunto, convidamos o Dr. Sandro Tubini (psicólogo e psicoterapeuta da capital paulista) para explanar o assunto, “Os comportamentos e atitudes mantidos na internet são reais, pois não são frutos da imaginação, apesar de serem virtuais. Existe toda uma ativação do sistema psíquico, que envolve o afeto e o relacionamento íntimo. Portanto pense bem quando estiver ao computador, principalmente pelo fato de que, para o traidor pode ser uma simples brincadeira, mas para o traído não é. Traição dói “.  

Equipe Comportamento e Saúde (Qualibest)

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0