EU, VOCÊ E O BEBÊ

EU, VOCÊ E O BEBÊ

UM MANUAL DETALHADO PARA PAIS E MÃES DO SÉCULO XXI

my-portfolio

De todas decisões que podemos tomar em nossa vida, existe uma decisão que é especial e que de longe, pode ser considerada a maior decisão de nossas vidas, que é a decisão de ter um bebê.

Por que nossos filhos estão precisando tanto do divã?
7 sinais de que você está com esgotamento mental
Mentira compulsiva é problema que tem solução

INTRODUÇÃO (EU, VOCÊ E O BEBÊ)

De todas decisões que podemos tomar em nossa vida, existe uma decisão que é especial e que “de longe” pode ser considerada como a maior decisão de nossas vidas, que é a decisão de ter um bebê.

Esta ideia acima tem explicação. Afinal ter um bebê é uma escolha que irá proporcionar uma mudança definitiva na vida do casal, especialmente porque é uma mudança que não tem volta. Não é um test-drive, mas sim uma rica experiência de vida.

AS MUDANÇAS POSITIVAS DA MATERNIDADE NA VIDA DA MULHER

Ter um filho é trilhar um caminho liderado por um mestre jovem, feliz e apaixonado. Ele à transformará de uma simples-mulher em uma super-mulher. Abençoadas, aquelas, que se permitirem a aprender com ele, explica Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

https://formacao.cancaonova.com/familia/maternidade/mudancas-positivas-da-maternidade-na-vida-de-uma-mulher/


Tenha Filhos … (por Bruna Estrela)


“Se eu pudesse dar só um conselho para os meus amigos, seria esse: tenham filhos. Pelo menos um. Mas se possível, tenham 2, 3, 4… Irmãos são a nossa ponte com o passado e o porto seguro para o futuro. Mas tenham filhos.Filhos nos fazem seres humanos melhores. O que um filho faz por você nenhuma outra experiência faz.

Viajar o mundo te transforma, uma carreira de sucesso é gratificante, independência é delicioso. Ainda assim, nada te modificará de forma tão permanente como um filho.


Esqueça aquela história de que filhos são gastos. Filhos te tornam uma pessoa com consumo consciente e econômica: você passa a comprar roupas na Renner e não na Calvin Klein, porque no fim, são só roupas. E o tênis do ano passado, que ainda tá novinho e confortável, dura 5 anos… Você tem outras prioridades e só um par de pés.


Você passa a trabalhar com mais vontade e dedicação, afinal, existe um pequeno ser totalmente dependente de você, e isso te torna um profissional com uma garra que nenhuma outra situação te daria.

Filhos nos fazem superar todos os limites.Você começa a se preocupar em fazer algo pelo mundo. Separar o lixo, trabalho comunitário, produtos que usam menos plástico… Você é o exemplo de ser humano do seu filho, e nada pode ser mais grandioso que isso.

Sua alimentação passa a importar. Não dá pra comer chocolate com coca-cola e oferecer banana e água pra ele. Você passa a cuidar melhor da sua saúde: come o resto das frutas do prato dele, planta uma horta pra ter temperos frescos, extermina o refrigerante durante a semana. Um filho te dá uns 25 anos a mais de longevidade.

Você passa a acreditar em Deus e aprende como orar. Na primeira doença do seu filho você, quase como instinto, dobra os joelhos e pede a Deus que olhe por ele. E assim, seu filho te ensina sobre fé e gratidão como nenhum padre/pastor/líder religioso jamais foi capaz.

Você confronta sua sombra. Um filho traz a tona seu pior lado quando ele se joga no chão do mercado porque quer um pacote de biscoito. Você tem vontade de gritar, de bater, de sair correndo. Você se vê agressivo, impaciente e autoritário. E assim você descobre que é só pelo amor e com amor que se educa. Você aprende a respirar fundo, se agachar, estender a mão para o seu filho e ver a situação através de seus pequenos olhinhos.

Um filho faz você ser uma pessoa mais prudente. Você nunca mais irá dirigir sem cinto, ultrapassar de forma arriscada ou beber e assumir a direção, pelo simples fato de que você não pode morrer (não tão cedo)… Quem é que criaria e amaria seus filhos da mesma forma na sua ausência?! Um filho te faz mais do que nunca querer estar vivo.

Mas, se ainda assim, você não achar que esses motivos valem a pena, que seja pelo indecifrável que os filhos têm.Tenha filhos para sentir o cheiro dos seus cabelos sempre perfumados, para ter o prazer de pequenos bracinhos ao redor do seu pescoço, para ouvir seu nome (que passará a ser mãmã ou pápá) sendo falado cantado naquela vozinha estridente.

Tenha filhos para receber aquele sorriso e abraço apertado quando você chegar em casa e sentir que você é a pessoa mais importante do mundo inteirinho pra aquele pequeno ser. Tenha filhos para ganhar beijos babados com um hálito que listerine nenhum proporciona.

Tenha filhos para vê-los sorrirem como você e caminharem como o pai, e entenda a preciosidade de se ter uma parte sua solta pelo mundo. Tenha filhos para re-aprender a delícia de um banho cheio de espuma, de uma bacia de água no calor, de rolar com o cachorro, de comer manga sem se limpar.

Tenha filhos. Sabendo que muito pouco você ensinará. Tenha filhos justamente porque você tem muito a aprender. Tenha filho só porque o mundo precisa que nós sejamos pessoas melhores ainda nessa vida.”

A MÁGICA DA VIDA

E isso ocorre porque é uma decisão transformadora que fará com que ocorra em nossas vidas o que chamam popularmente de a mágica da vida . E ela por si só vai transformar:

  1. sua vida;
  2. sua mente;
  3. seu futuro;
  4. sua família;
  5. sua identidade (você será pai/mãe);
  6. sua responsabilidade;
  7. sua relação com a sociedade.

A gravidez pode ser programada ou não, o que importa na realidade é o impacto que ela vai proporcionar na vida dos pais.

Na verdade , esta decisão é um divisor de águas: A.F. (antes do filho) e D.F (depois do filho).

Afinal, em algum momento de nossas vidas, muitos de nós já se perguntaram porque a vida é assim, será que a vida vale pena de ser vivida e até mesmo, qual seria o propósito desta existência aqui no planeta Terra.

Por isso, quando alguém se depara com a decisão de ter um bebê é porque já deve ter em mente a ideia de que estas questões acima estão respondidas e até mais… De que vale a pena, sim, viver essa vida!!!

Vale tanto a pena, que ter um bebê, é agraciar mais um ser humano com a honra de estar vivo e também com honra de fazer parte desta grande família, que também nos acolheu desde nosso nascimento.

“Agora, falando sobre a Ansiedade, é importante saber que ela é um fenômeno natural em qualquer pessoa, mas mesmo assim ela também é a grande responsável por grande parte de nossos sofrimentos mentais e por isso é considerada: o mal moderno”, explica o dr. Sandro Tubini, psicólogo.

A DECISÃO DE TER UM FILHO

Então numa sexta-feira, tomando um vinho em casa, bem longe daquele rolê (que eu não tenho mais paciência de fazer), que eu acabei pondo pra fora todas essas dúvidas sobre o futuro e sobre essa minha suposta “crise existencial”.

O engraçado é acabou sendo no quarto, depois de um namoro gostosinho é que ouvi do outro lado da cama uma ideia doida, um pouco engraçada, mas que pareceu ter repercutido por todo meu corpo de uma maneira diferente. Foi estranha a minha reação ao ouvir a seguinte pergunta: “Quem sabe não está na hora de ter um filho?”

SELF A TRÊS

Uns cientistas andam dizendo que o tempo está passando mais rápido nas últimas décadas. Não sei, acho que é verdade. Eu nem bem começo o ano e de uma hora para outra já chega o natal. Que saco!!!

Ah, o hilário foi o teste de farmácia. Foi legal, até fizemos uma self… e agora neste momento refletindo com bem mais calma, chego a conclusão que foi nossa primeira self a três.

ULTRASSOM COM IMAGEM 3D

O tempo foi se passando e uns 6 meses depois, o pré-natal me possibilitou uma imagem 3D do bebê. Dentro de mim eu senti de tudo um pouco e também um algo amais…


Foi bonito, foi assustador e foi inacreditável. Eu vou ter um bebê em minha vida 🙂

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0