Hiperatividade

Hiperatividade

my-portfolio

"A hiperatividade é um dos sintomas mais comuns do TDAH, mas infelizmente não é o único", explica a Dra. Daniele N. Tubini, psicóloga.

Você tem vergonha de amar?
Coaching de Pais: Sexualidade
As melhores formas para se combater a ansiedade

Hiperatividade é o Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH)

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade é um transtorno neurobiológico que tem seu início na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda sua vida.

Crianças com TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento como dificuldades com regras, limites e agressividade.

Adultos com TDAH tendem a ser desatentos no trabalho e na vida pessoal, com problemas de memória e impulsividade. Problemas de relacionamento também estão presentes constantemente, pois os comportamentos alterados pelo transtorno afetam a esfera afetiva.

Sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

  • Desatenção

A atenção funciona como “porta de entrada” para os estímulos, que são necessários na aquisição desde a linguagem oral, no inicio do desenvolvimento, até nas mais diversas e complexas habilidades comunicativas, que fazem com que a interação do individuo com seu ambiente seja adequada; é a chamada competência comunicativa, que é a esfera mais comprometida no TDAH.

A desatenção afeta de maneira diferente cada setor da vida da criança ou do adulto. Não conseguir se concentrar e não manter a atenção nos estudos, por exemplo, numa conversa ou até numa leitura e ser facilmente distraído por estímulos externos, são algumas formas que a desatenção se apresenta.

Esquecimentos, lapsos de memória e perda de objetos, além de desorganização com os materiais escolares, brinquedos, documentos de trabalho, prazos e datas, fazem parte do cotidiano de quem tem TDAH.

  • Inquietude e Impulsividade

A dificuldade em ficar tranquilo, parado ou em uma atividade um certo período de tempo, como restaurantes, cinema e reuniões de trabalho é a base da inquietude que acompanha o Transtorno.

A impulsividade vem na forma de comportamentos não pensados, precipitação em atos e palavras, dificuldade em esperar sua vez, interromper a conversa dos outros, etc.

  • Hiperatividade

A hiperatividade é caracterizada por um aumento da atividade motora, como escalar e subir nas coisas, não conseguir ficar sentado num lugar onde se espera isso, se contorcer na cadeira, beliscar e provocar os colegas, andar na sala de aula quando a aula está acontecendo, falar demais, etc.

Causas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade é neurobiológico, multifatorial e apresenta tendências genéticas.

Como é o diagnóstico e o tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

O diagnóstico do TDAH é feito através de uma ação conjunto de profissionais neurologistas e neuropsicólogos, através de exames clínicos e especialmente, através do Exame Neuropsicológico.

O objetivo da avaliação neuropsicológica, não é rotular, mas sim, qualificar a extensão do impacto na vida do paciente para melhor poder ajudá-lo, através de uma intervenção clínica significativa, seja ela psicoterapêutica, medicamentosa ou de reabilitação neurocognitiva.

Os medicamentos vão atuar no cérebro, controlando a hiperatividade e impulsividade, a reabilitação neurocognitiva vai atuar nas estratégias para diminuir o impacto dos problemas que a desatenção causa, criando recursos para estudar, se lembrar de datas, etc. e a psicoterapia vai atuar na personalidade e no desenvolvimento pessoal dos portadores, que muitas vezes tem sua auto imagem comprometida por diversos problemas oriundos do transtorno.

O tratamento é personalizado, pois leva em conta todas as características individuais de personalidade, de gravidade do transtorno e de prejuízo na qualidade de vida do portador, seja ele criança, adolescente ou adulto.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0