Mãe pune filha pelo bullying e dá exemplo

Mãe pune filha pelo bullying e dá exemplo

my-portfolio

"Uma coisa é certa: o papel de educar sobre o que é certo e errado é dos pais e a escola faz um papel complementar de transmitir conhecimento", abrange o Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

Cuidar dos filhos pode levar à exaustão
16 maneiras de criar vínculo com as crianças
Coaching de Pais: Bullying

Bullying corrigido em casa

O que você faria se descobrisse que o seu filho faz bullying com os colegas de escola? Uma mãe canadense decidiu aplicar um castigo que dividiu opiniões na internet. Veja:

  • Ela tirou absolutamente todas as coisas de dentro do quarto da filha, de 9 anos, deixando a apenas a cama;
  • e uma única muda de roupa, que a garota deveria usar todos os dias.

A história foi contada pela própria mãe, Amanda Mitchell, em uma publicação no Facebook. “Bem-vinda à Detenção Juvenil da Mamãe. Ela vestirá a mesma roupa (incluindo uma camisa anti-bullying) a semana inteira. Vou lavar quando ela estiver dormindo, mas não contarei isso a ela”, publicou a mulher.

Remédio amargo contra bullying

Além de usar as mesmas roupas, a menina ainda terá de copiar algumas frases como “não vou mentir” e “serei gentil com todo mundo” 50 vezes por dia. “Dura? Não na minha opinião. Se ela crescer e desobedecer as leis o resultado é a cadeia e não é isso que quero para a minha criança”, acrescentou a mãe.

À rede canadense Global News, Amanda disse que, inicialmente, a filha ficou em choque. Mas que depois, ambas sentaram e conversaram sobre o comportamento da garota.

A postagem — que depois foi colocada em modo privado — recebeu diversos comentários. Alguns elogiando a postura da mulher, outros dizendo que ela havia sido dura demais.

O castigo, no entanto, já foi minimizado. Também de acordo com a Global News, a garota tem à disposição agora quatro mudas de roupas — todas com camisas anti-bullying — e em vez de 50 frases tem que escrever apenas 25. “Eu quero que o povo saiba que eu não sou uma mãe horrível. Eu me esforço muito para ser uma boa mãe. Fui mãe solteira pela maior parte da vida deles e trabalho muito duro para providenciar uma vida boa para eles”, concluiu.

Equipe Comportamento e Saúde (correiobrasiliense)

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0