Menina transgênero conquista direito do banheiro feminino

Menina transgênero conquista direito do banheiro feminino

my-portfolio

Parece confuso, mas não é, na verdade o que ocorre é só mais um caso de vitória do bom senso e justiça.

Estão tentando tirar o controle dos pais sobre seus filhos
Fala Bebê!!!
Coaching de Pais: Bullying

Crianças transgênero

O mundo muda e o comportamento também, por isso são importantes as lutas pelos direitos. Este não é o 1º caso de crianças transgênero no mundo, mas já serve como referência para futuras conquistas para os possíveis casos que surgirão.

Como isso aconteceu?

Coy Mathis tem 6 anos e nasceu do sexo masculino, mas os pais Kathyrin e Jeremy, perceberam alguns “sinais”:

  • aos 5 meses ele pegou o cobertor rosa da irmã e nunca mais largou;
  • quando ficou maior, não teve interesse por brinquedos de menino, como bonecos de monstros e dinossauros;
  • ele chegou a ficar deprimido por ser obrigado a usar roupas masculinas, chegando a se recusar a sair de casa.

Segundo os pais, a situação só melhorou quando eles entenderam que Coy tinha um problema de inadequação de gênero e passaram a deixa-lo viver como uma menina, do jeito que ele queria.

Justiça

Por conta de todo esse processo de transformação sexual, os pais foram informados que a filha seria obrigada a fazer uso do banheiro dos professores ou da enfermaria, mas isto foi identificado como discriminação pelo FEDLT (Fundo de Educação e Defesa Legal dos Transgêneros) que entrou com uma ação (em nome dos pais) para o uso regular do banheiro feminino.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0