Mulheres com câncer crescem depois do problema

Mulheres com câncer crescem depois do problema

my-portfolio

Depois do diagnóstico muitas mudanças, elas passam a dar mais valor à vida e ficar mais próxima da família. Crescimento pós traumático Embora um diagn...

Estão tentando tirar o controle dos pais sobre seus filhos
Palmada educa? Pais devem conhecer consequências
Afogamento aumentam quando pais mexem no celular

Depois do diagnóstico muitas mudanças, elas passam a dar mais valor à vida e ficar mais próxima da família.

Crescimento pós traumático

Embora um diagnóstico de câncer de mama possa ser umanotícia devastadora, algumas mulheres encontram um crescimento pessoal positivo ao passar pela experiência.

A maioria das pessoas já ouviu falar de estresse pós-traumático, mas um novo conceito, conhecido como “crescimento pós-traumático”, vem sendo notado: são as mudanças psicológicas positivas de uma pessoa que passa por uma história de superação.

Perigo ou oportunidade?

O novo estudo foi feito com cerca de 700 pacientes com câncer de mama. Os pesquisadores descobriram que, em média, as mulheres relataram o crescimento pessoal no próprio ano do diagnóstico ou pouco depois disso. Foram relatados atos que vão de “valorizar mais a vida” a “sentir-se mais próxima da família e de amigos”. Veja a posição dos especialistas:

  • “Não é apenas otimismo. Não foram só as mulheres que tendem a ver o copo meio cheio que apresentaram crescimento”, explica a pesquisadora Suzanne Danhauer (professora do Wake Forest Baptist Medical Center);
  • “Trabalho com mulheres com câncer de mama há algumas décadas e já ouvi muitas dizerem: Se tiver que passar por isso, vou me certificar de tirar algo de bom da experiência”, conta a médica Mary Jane Massie (psiquiatra do Centro de Câncer Memorial Sloan-Kettering).

O impacto no comportamento e na saúde

“É extraordinário a reação que algumas pessoas passam a ter perante um dificuldade extrema. Elas o vêem como um desafio e direcionam o foco de toda a sua atenção de vida para o problema. Finalmente, após um período de desgaste e superação da dificuldade acabam experimentando uma das mais raras sensações existentes no mundo: o orgulho próprio. O conjunto de toda esta experiência é transformador”, afirma o Dr. Sandro Tubini (psicólogo e psicoterapeuta da Clínica de Comportamento e Saúde).

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0