O orgasmo das mulheres-atrizes do cotidiano

O orgasmo das mulheres-atrizes do cotidiano

my-portfolio

Existem diversos fatores que envolvem o mundo feminino e de certa forma, reprimem a mulher e a fazem representar, conclui o Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

Você tem vergonha de amar?
Dormir bem deixa as pessoas menos medrosas
Ser grato ajuda a viver melhor e mais feliz

Foi bom para você?

A pesquisa do Instituto Kinsey da Universidade de Indiana(EUA) revela que 84% dos homens entrevistados acreditavam que sua parceiras tiveram orgasmo na última relação, o que eles não sabem é que, na verdade apenas 64% das mulheres realmente tiveram orgasmo.

Em outras palavras, 20% das parceiras são verdadeiras atrizes, que são capazes de fingir uma plenitude sexual, sem que os seus parceiros sejam capazes de sequer duvidar disto.

Dificuldade de percepção

A pesquisa apenas comprovou o que o senso comum já sabia, Dr. Sandro Tubini (psicólogo e psicoterapeuta da Clínica de Comportamento e Saúde) afirma que, “É claro que existem fatores que influenciam a confusão na leitura do comportamento do parceiro, um deles é que no ato sexual, cada um está mais preocupado consigo mesmo do que com o outro”.

Dificuldade em relaxar

Estatisticamente é fato que algumas mulheres apresentam mais dificuldade em atingir o orgasmo do que os homens e principalmente, em aceitar isso publicamente. “O problema da pesquisa ainda repousa no fato de que as mulheres possuem mais dificuldade em atingir o clímax e isto sim, é importante ser destacado, pois existem diversos fatores que envolvem a formação do mundo feminino e de certa forma, reprimem a mulher e a fazem representar”, completa o especialista.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0