Os componentes essenciais para uma noite de amor

Os componentes essenciais para uma noite de amor

my-portfolio

Para qualquer situação da vida é necessário o foco e o tempo para se preparar mentalmente. Isso é fundamental para nortear nossa alma, explica o Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

Os filhos crescem, mas eu não vejo. Para onde eu olho?
Mãe pune filha pelo bullying e dá exemplo
Pais devem permitir que os filhos adolescentes transem em casa?

Ritual de preparação

Por isso é importante que se saiba que existem uma enorme gama de ações que podem ser tomadas na vida: algumas são perfeitas no trabalho, mas péssimas para um encontro a dois, pois ao acionarmos a adrenalina, ela comprime os vasos sanguíneos e atrapalha o rendimento do homem. Veja:

Motivação

Não vá para a cama com alguém se não tiver mesmo motivado por um forte desejo (ou se estiver muito cansado).

Dê um tempo

Depois de tirar a roupa, dê um tempo. Descubra novos pontos eróticos. As pessoas que limitam a relação a um encontro genital só aproveitam 30% do potencial que ela oferece. Um desperdício.

Tranqüilidade

Fique em paz com o corpo. Curta de verdade, pequenos prazeres, como um belo banho. Pratique exercícios. Se der, submeta-se de vez em quando a uma sessão de massagem.

Selecione

Fuja de mulheres castradoras. Uma de suas características é que, em vez de aproximar-se do homem, competem em tudo com ele. Satisfação e prazer não combinam com este tipo.

Confiança

Fracasso ocasionais não significam impotência. O importante é não começar a “brigar” com o pênis. Nem marcar um próximo encontro só para provar que funciona.

Otimismo

Não se julgue no fim da linha se, aos 45 anos, notar que as respostas do corpo a estímulos eróticos não são tão imediatos quanto eram aos 20. Conheça o novo ritmo e vá em frente.

Cuidados

Depois dos 50, o uso de certas vitaminas, como a E, pode ajudar a libido. Fale com seu médico. E se ele achar que nessa idade já não fica bem se preocupar tanto com este assunto, troque de médico.

Tratamento

Quando tiver algum problema com o desempenho, tente conversar com um psicólogo. Guardar segredos sobre isso é o mesmo que alimentar fantasmas com caviar.

Equipe Comportamento e Saúde (Moacir Costa, psiquiatra).

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0