OS PAIS, OS FILHOS E A ANSIEDADE

OS PAIS, OS FILHOS E A ANSIEDADE

my-portfolio

Medo, preocupação e ansiedade são comuns na vida de qualquer um. Os adultos ainda conseguem suportar, mas as crianças não tem esse preparo. Elas desabam.

Por que o isolamento social cresce entre os jovens?
Palmada educa? Pais devem conhecer consequências

Medo, preocupação e ansiedade são comuns na vida de qualquer um. Os adultos ainda conseguem suportar, mas as crianças não, pois elas não tem essa força dentro de si. Além disso, quando elas se deparam com estas emoções, elas ficam confusas e não conseguem entender o que está se passando com elas. Elas se desesperam e desabam.

É por isso que os pais devem sempre tirar um tempo para conversar com seus filhos, especialmente para ajudar as crianças a entender e processar suas emoções. Apesar de que, os pais, muitas vezes se sentem preocupados, outras vezes sobrecarregados e claro, despreparados para lidar com estes tipos de sentimentos.

Afinal muitas vezes eles se sentem dolorosamente preocupados, sobrecarregados e despreparados para lidar com esses tipos de sentimentos.

Os únicos protótipos disponíveis para a maioria das famílias são aqueles transmitidos de geração em geração, com pouca informação sobre os fatos fisiológicos e psicológicos que cercam a ansiedade, e menos ainda o que as crianças estão sentindo e pensando diante dessas emoções.

Dores de estômago, aumento do choro, recusa de ir à escola, irritabilidade, mudanças nos hábitos de higiene, insônia e pesadelos, tiques, comer muito pouco ou muito, aumento da necessidade de dormir com os pais, desatenção na escola, preocupação com pensamentos negativos, necessidades insaciáveis para tranquilidade, apego, aumento das respostas de sobressalto, problemas de separação, isolamento auto-imposto, comportamentos repetitivos e tristeza podem ser indicadores de ansiedade e preocupação em uma criança.

Quão difícil é para um pai permanecer calmo e compreensivo diante dos medos do próprio filho, especialmente se ele estiver despreparado e sem saber o que dizer? Ficar alarmado diante desses comportamentos e mudanças só pode exacerbar a situação e certamente não fará muito para acalmar os medos de uma criança.

Neste livro, Dra. Laurie Zelinger e nosso filho, Jordan fazem todos os esforços para fornecer às famílias uma descrição de ansiedade que as crianças possam entender e sugestões que os pais possam usar ao abordar as preocupações de seus filhos.

Usando linguagem cotidiana comum, os conceitos que descrevem a base fisiológica da ansiedade são apresentados claramente em termos compreensíveis e amigáveis ​​ao usuário.

Pais e filhos ficarão encantados com o “mundo dos dinossauros” usado para descrever as origens físicas e o impacto psicológico da ansiedade.

As crianças ficarão com uma compreensão de “ansiedade” consistente com seus vários níveis de desenvolvimento e os pais terão as ferramentas necessárias para discutir e explicar os problemas de ansiedade para seus filhos. Ler e reler este livro com crianças irá desmistificar a ansiedade e fornecer às famílias a compreensão necessária para lidar com essas emoções desconfortáveis.

Os pais devem tomar consciência da diferença entre os sentimentos típicos de ansiedade e aqueles que representam uma preocupação mais séria de “saúde mental”. As regras mais simples são baseadas na frequência, impacto nas funções normais da vida, persistência e um senso generalizado de desesperança ou preocupação.

Muitos problemas e transições na vida de uma criança devem causar ansiedade temporária. No entanto, quando uma preocupação comum com o desenvolvimento parece estar fora de controle, ou os estressores permanecem crônicos, o contato com um profissional de saúde mental licenciado é, por todos os meios, indicado.

Seu pediatra, a American Psychological Association ou a Association for Play Therapy estão entre os recursos que podem ajudá-lo a encontrar apoio familiar em sua área.

http://drzelinger.com/blog/wp-content/uploads/book-anxiety-backcover_lg.jpg

Fred Zelinger, PhD ~ Psicólogo Licenciado

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0