Os sintomas da ansiedade variam de pessoa para pessoa

Os sintomas da ansiedade variam de pessoa para pessoa

my-portfolio

"A ansiedade passa a ser patológica e afetar a saúde quando se torna um padrão de comportamento da pessoa", explica Dr. Sandro Tubini, psicólogo.

10 dicas para não descontar a ansiedade na comida
Cientistas identificam causa da depressão e revertem sintomas
As melhores formas para se combater a ansiedade

O que é ansiedade?

Antes de ser um mal, a ansiedade é uma forma de auto-preservação que herdamos dos nossos ancestrais. No dia-a-dia, é a parte instintiva de nossa origem animal que nos faz entrar em “estado de alerta” cada vez que o perigo se aproxima. E o perigo pode ser o chefe, a namorada brava, etc.

A ansiedade é um comportamento automático que temos, que pode atingir diversos níveis chegando até a paralização por completo (quando perdemos a ação) e se vivida em excesso geralmente causa disfunções orgânicas, tais como as doenças psicossomáticas. Conheça os sintomas mais comuns:

Sintomas Físicos

  • Palpitações;
  • Vertigens e tonturas;
  • Cansaço exagerado;
  • Visão de bolinhas pretas;
  • Sudorese, mãos frias e úmidas;
  • Falta de ar ou sensação de fôlego curto;
  • Tensão ou dor muscular sem causas detectadas, dentre outros.

Sintomas Psíquicos

  • Insônia;
  • Preocupação excessiva;
  • Resposta exagerada à surpresa;
  • Perda de concentração e memória;
  • Inquietação, impaciência e irritabilidade;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • comprometimento da interpretação da realidade.

Para a Dra. Daniele N. Tubini (psicóloga e psicoterapeuta da Clínica de Comportamento e Saúde),“A ansiedade passa a ser patológica  e afetar a saúde quando se torna um padrão de comportamento da pessoa, que passa a lidar em todas as circunstâncias com ritmo ansioso; mesmo depois de ter vencido algum obstáculo da vida, ela continua no mesmo excesso” .

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0