Passos para uma barriga chapada

Passos para uma barriga chapada

my-portfolio

A alimentação é o mais importante quando o assunto é barriga chapada. Veja as dicas dos especialistas. A importância biomecânica Os exercícios abdomin...

A diferença entre o otimista e o pessimista
Ter um cão faz bem à saúde
Coaching de Pais

A alimentação é o mais importante quando o assunto é barriga chapada. Veja as dicas dos especialistas.

A importância biomecânica

Os exercícios abdominais são muito importantes para a definição muscular, mas para os músculos aparecerem é necessário, primeiramente, de uma boa e constante dieta.

Diversos estudos mostram que deficiências nutricionais e maus hábitos à mesa, como a ingestão excessiva de gorduras saturadas, carboidratos simples e sódio, provocam alterações e refletem na saúde e na estética.

A importância nutricional

Para alcançar o tão sonhado tanquinho, as refeições devem ser fracionadas e em porções menores (comer 6 vezes ao dia acelera o metabolismo e queima a gordura).

Dê preferência a verduras, legumes e frutas, alimentos de fácil digestão. Aumente o consumo de fibras para ajudar no funcionamento do intestino e diminuir a sensação de abdome estufado. E tome muita água. Além de hidratar o organismo, ela auxilia na eliminação de toxinas e na retenção hídrica, diminuindo o inchaço abdominal”, ensina Natália Colombo, nutricionista funcional da Clínica NCnutre, de São Paulo.

O comportamento de ingestão de alimentos com farinha branca, açúcar e gorduras, como pães, massas, doces e salgadinhos é desaconselhado para quem quer um organismo com saúde e, consequentemente, bonito esteticamente. A boa alimentação é uma das formas de demonstrarmos cuidado com nosso corpo, que responde com os resultados desejados.

A importância psíquica

Mudanças de hábito não são simples. A melhor maneira é mentalizar o objetivo, relacionando o novo comportamento ao resultado que você quer. Esta atitude funciona para tudo, desde mudança de emprego até decidir casar-se ou não. Tudo vale a pena, depende apenas do objetivo e da sua motivação“, explica a psicóloga e psicoterapeuta Daniele N. Tubini.

Afinal de contas, todos nós já sabemos um pouco sobre o que é certo ou errado comer, mas parece que sempre falta “algo” para darmos continuidade a alguns projetos. “Essa dificuldade em manter o foco normalmente está relacionada a uma situação de ambiguidade, um conflito psíquico, que nos divide e nos atrapalha em nossas decisões do dia-a-dia. Exemplo, quantas vezes você já começou, mas já interrompeu a academia?”, completa Sandro Tubini, psicólogo e psicoterapeuta da Clínica de Comportamento e Saúde, de São Paulo.

Equipe Comportamento e Saúde

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0